Seu rebanho preparado para os desafios da seca

E-BOOK: INVERNO NA PECUÁRIA - OPORTUNIDADES E DESAFIOS. Leia e fique por dentro de tudo sobre principais cuidados com a nutrição de seu rebanho durante o inverno.

NUTRIÇÃO FOCADA NO INVERNO

Durante o inverno a nutrição animal precisa ser encarada como prioridade pelo produtor, para que não haja prejuízo e para que seus animais continuem sadios e produtivos durante toda a estação.

QUANDO O INVERNO SE TORNA ALIADO

Seja no leite ou no corte, quando existe um planejamento nutricional profissional, os resultados aparecem em qualquer estação do ano, inclusive no inverno.

INVESTIMENTO PLANEJADO

O investimento na nutrição do rebanho é a chave para o aumento da produtividade durante o inverno. Porém, o conhecimento das características de seu negócio é que vai nortear o volume deste investimento.

Suplementação certa para a estação do Inverno Aumente o ganho de peso dos animais com a suplementação ideal para cada animal

Precisão Nata S

Suplemento Mineral Vitamínico aditivado com conceito de eficiência alimentar, saúde de casco, rúmen e imunidade. Indicado para animais em lactação com desafios de saúde de casco e rúmen, o mesmo proporciona uma melhoria na imunidade animal e degradação dos alimentos.

petisto raçao
Petisco

Linha de Proteicos aditivados de baixíssimo consumo, indicado para bovinos de corte mantidos em pastejo.

Suplemento mineral proteico de alta tecnologia e baixissimo consumo desenvolvido para proporcionar alto desempenho produtivo. Contém promotor de eficiência alimentar e potente composto antifúngico. Produto formulado com fonte de nitrogênio encapsulado. Indicado principalmente para animais em fase de recria pesando menos de 330 kg de peso corporal.

Vamos te ligar. Quer preparar seu rebanho para o período das secas mas ainda não sabe o melhor caminho?

Estações-de-Desafios-e-Superação-na-pecuária
ESTAÇÃO DE DESAFIOS E SUPERAÇÃO PARA A PECUÁRIA. Durante o inverno, a qualidade das pastagens sofre uma queda considerável, as temperaturas mais baixas, a falta de incidência solar e a seca fazem com que a forragem se torne mais escassa e menos nutritiva, dificultando o desenvolvimento do rebanho.
VEJA COMO A CAMPO PODE TE AJUDAR. Conheça um pouco mais sobre o trabalho da Campo dentro das fazendas. Um trabalho de estratégia, planejamento e análise de resultados, em todas as etapas e com todo o acompanhamento e suporte ao produtor. Um trabalho que gera confiança e parcerias duradouras.
EVITE O EFEITO ``SANFONA`` NO SEU REBANHO Sua Fazenda está preparada para a chegada do Inverno? Em nosso blog temos vários artigos com dicas para ajudar você em seu planejamento. A Campo Nutrição Animal oferece várias estratégias nutricionais para que seus animais não percam peso no período da seca. Acesse e confira!

Planejamento Nutricional, o melhor caminho para vencer o inverno. Através dele, é possível repor nutrientes necessários aos animais durante a estação, evitar a perda de peso, melhorar a saúde e produzir carne e leite em qualidade e quantidade satisfatórias.

Caso tenha alguma dúvida e prefira entrar em contato direto, ligue: +55 (62) 3645-4300

Quais os benefícios de se ter um planejamento nutricional para o inverno?

Este planejamento é fundamental para que o produtor tome decisões mais assertivas, tendo a segurança de que está no caminho certo e adquirindo um maior embasamento para: 

– Preparar o rebanho para o alto desempenho no verão;

– Aumentar produtividade, mesmo durante a seca;

– Aumentar rentabilidade do sistema de produção.

Trabalhar com semiconfinamento é uma alternativa interessante para o pecuarista manter o ganho de peso dos animais durante o inverno? Como saber o quanto de ração ou suplementação esses animais devem comer neste período?

O semiconfinamento é o fornecimento de ração na proporção de 1 a 1,5% do peso corporal (Ex.: Animal com 450 kg de peso corporal irá receber de 4,5 a 6,750 kg de ração). O semiconfinamento é utilizado para terminação (engorda) de animais a pasto. À medida que o pasto vai perdendo qualidade nutricional e/ou quantidade, este nível de suplementação pode chegar a 2% do peso corporal, caracterizando-se como um confinamento a pasto.

Como evitar o efeito “boi sanfona” durante o inverno?

A melhor maneira de evitar este efeito é a manutenção de um nível nutricional constante ou crescente, se comparado ao utilizado nas águas. E importante também que o animal tenha sempre o acesso uma pastagem de qualidade, com uma boa oferta de folhas.

Durante o inverno, é hora de abrir a silagem e fornecer para o gado. Quais aspectos o pecuarista deve estar atento para evitar que os animais intoxiquem ou rejeitem a nova dieta?

– Atenção às boas condições de armazenamento da silagem; 
– Verificar a presença, ou não, de áreas estragadas na silagem. Caso essas áreas comprometidas sejam pequenas, devem ser descartadas imediatamente. – Facilitar a adaptação dos animais à essa transição alimentar;
– Utilizar a silagem como ingrediente base para uma dieta bem equilibrada.

Como o pecuarista de leite pode aproveitar o inverno para aumentar a produção dos seus animais?

O inverno possui um clima muito favorável para produção de leite. Sendo assim, ele se torna uma oportunidade que precisa ser aproveitada. Você está preparado? O primeiro passo é poder contar com um bom estoque de volumoso para esta época. A partir daí, nós, da Campo, podemos te auxiliar no balanceamento dessa alimentação, de acordo com a necessidade do seu rebanho. Para quem não tem o volumoso disponível, a Campo também oferece soluções nutricionais que podem suprir a sua ausência.

A dieta no cocho é mais cara que no pasto. Existe algum produto Campo que melhore o aproveitamento dessa nova nutrição?

As vezes a dieta fica mais cara no cocho, mas o ganho em produtividade final para pecuarista é maior. Ou seja, é um investimento que se paga, com sobra, se analisarmos seu custo/benefício. Nossa linha é completa e otimizada, criada para proporcionar alta produtividade, sempre levando em conta o bem-estar animal. Nossos consultores estão prontos para analisar cada caso e lhe apontar o produto ideal para o seu rebanho.

Com a chegada do frio e a redução da oferta de forragem das pastagens, é melhor o pecuarista vender a boiada? Como avaliar se é melhor vender ou reter os bois?

Esta é uma decisão delicada e importante, que deve ser tomada com cautela e muito critério. Porém, existem algumas variáveis que podem nortear esta escolha:
– O custo da arroba colocada no período da seca;
– A existência, ou não, da necessidade de diminuir a lotação da fazenda;
– O valor estabelecido pelo mercado para a venda da arroba.

Qual a avaliação sobre o atual momento da pecuária para quem trabalha com cria? E quem opera no mercado de recria? E engorda?

Cria – mercado muito favorável, tendo em vista os ótimos preços de venda dos bezerros; 
Recria – Mercado aquecido e com muito negócios. Mercado do boi magro também com bons preços para venda;
Engorda – Tendência de aumento no valor da arroba. Confirmando-se a baixa do valor dos grãos (milho e farelo de soja), o cenário se torna ainda mais favorável para a engorda.

Indicadores mostram que a nutrição representa 70% dos custos de produção de um boi. Como o pecuarista pode fazer uma melhor gestão dos custos com nutrição para ter melhor rentabilidade no final do ciclo?

Esta porcentagem é obtida quando desconsideramos o valor de compra do animal (maior investimento do ciclo de produção). Através de uma boa estratégia nutricional, bem planejada e executada, é possível fazer uso dos recursos de forma mais racional e precisa. Investindo mais onde espera-se maior retorno e corrigindo alguma tomada de decisão. Somente com a boa gestão, podemos aumentar a chance de sucesso das estratégias.
asdasdasd